“Eu achei aquilo comum, eu me achei culpada. Falei: ‘Acho que sou culpada porque eu tô me expondo! Eu estou com uma roupa transparente e talvez ele tá certo de ter me agredido’, porque na verdade, eu já estava acostumada com aquela situação”. Neste dia 8 de março conheça a história de Oliene, uma mulher como tantas outras, que enfrentou um cliclo de violência ao longo da vida, mas que lutou bravamente e hoje é uma exemplo de força e garra. Ela não está sozinha nessa luta!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

After you have typed in some text, hit ENTER to start searching...