Professores da rede municipal de Itaquá participam da formação do Programa Desenvolvimento Colaborativo

 

Na última semana pelo menos 13 professores do Sistema Municipal de Ensino de Itaquaquecetuba que atuam no 4º ano do Ensino Fundamental e duas professoras formadoras do departamento de Coordenadoria Pedagógica, Marysol Krauskopf Martinez e Rosa Maria da Silva Coelho participaram da formação do Programa Desenvolvimento Colaborativo – Nova Escola, que foi realizado na Redação da Revista Nova Escola. Os professores foram selecionados a partir do interesse e inscrição de cada um no projeto através do site disponibilizado pela revista.

A Revista Nova Escola em parceria com a Fundação Lemann e com o Google.org se uniram para a criação de uma plataforma digital que oferecerá planos de aula alinhados com a Base Nacional Comum Curricular. A previsão para que o lançamento desta plataforma aconteça em meados de 2018. Para que isso se concretize e de fato contribua com o trabalho dos professores em sala de aula, a revista selecionou professores de diferentes municípios do Estado de São Paulo para colaborarem com a análise, aplicabilidade e a efetividade dos planos em sala de aula. Esses profissionais serão os responsáveis por avaliar os planos de aula na disciplina de matemática após aplicá-los em suas turmas integrando-o ao planejamento anual e aos conteúdos propostos.

Segundo Marysol “a participação no projeto é de extrema relevância para nosso município, já que afirma a qualidade e o compromisso dos nossos professores em melhorar/mudar as práticas pedagógicas contribuindo para um ensino qualitativo e eficaz,” disse a profissional.

Durante a formação, após a apresentação dos colaboradores, dos objetivos e da intenção do Projeto, os professores participantes efetuaram a leitura e a análise de alguns planos, acesso e conhecimento da plataforma, discutiram e refletiram sobre os diferentes planos e ferramentas ofertadas pela plataforma; além disso, concluíram que a contribuição deste projeto pode ser de grande valia a todos os professores, entretanto, o grupo apontou que é necessário aplicar em sala de aula para estabelecer a efetividade e aplicabilidade das atividades propostas. Foram apresentadas ainda as responsabilidades dos professores que estão participando do projeto. Isto é, os docentes deverão implementar os planos de aula parte em sua sala de aula; avaliar a qualidade e a usabilidade dos conteúdos; reportar oportunidades de melhoria; compartilhar pontos positivos e as propostas de mudança para uso da plataforma em sala de aula. As opiniões e as sugestões dos professores serão enviadas através de link direto com a revista. Encerrou-se o encontro com o agradecimento pela colaboração dos professores e afirmação da importância de todos com a melhoria da educação.

Para a secretária municipal de Educação, Verônica Cosmo Barbosa, a participação do município de Itaquaquecetuba neste processo de avaliação da plataforma é muito gratificante, pois os municípios participantes foram selecionados mediante a responsabilidade e o comprometimento com a qualidade da educação no país. “O crédito dado por essas empresas renomadas à cidade de Itaquaquecetuba é fruto de parcerias e bons resultados que a educação mantém há alguns anos com várias instituições que visam o desenvolvimento educacional no Brasil, a exemplo da Fundação Lemann que atua no município a mais de três anos e por vários momentos premiou projetos educacionais de Itaquaquecetuba por sua excelência,” finalizou a professora.

ARTICULISTAS

 

After you have typed in some text, hit ENTER to start searching...