Secretaria de Saúde vai promover curso sobre atendimento a vítimas de violência doméstica

A Prefeitura de Suzano-SP, por meio da Rede de Atenção à Pessoa em Situação de Violência Doméstica e/ou Sexual (RAPSVDS) da Secretaria Municipal de Saúde, vai promover, a partir desta segunda-feira (7 de agosto), às 13 horas, no auditório da Faculdade Piaget (avenida Senador Roberto Simonsen, 972 – Jardim Imperador), a segunda edição do curso “Violência Doméstica: O Desafio do Cuidado em Saúde”. A capacitação será voltada a funcionários públicos com o objetivo de auxiliar na recepção e no atendimento a vítimas de agressão.

A oficina terá duração de 30 horas e será ministrada até 22 de agosto (terça-feira). O ciclo vai abarcar dez palestras gratuitas. o objetivo do governo do prefeito Rodrigo Ashiuchi com a iniciativa é promover a adoção de comportamentos seguros, de monitorar a ocorrência de acidentes e de violências, de oferecer assistência interdisciplinar às pessoas em situação de violência doméstica ou sexual, bem como capacitar recursos humanos e apoiar o desenvolvimento de pesquisas e de ações dentro dos equipamentos públicos da Saúde, da Educação, da Assistência Social, do Esporte, da Cultura e do Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe) de Suzano.

Os temas das palestras envolvem a apresentação do panorama atual da agressão doméstica, o sistema de notificação de casos de violência dentro dos bancos de dados da saúde pública, o atendimento a crianças e a adolescentes, a humanização do acolhimento, os aspectos jurídicos, e o assédio moral e sexual no ambiente de trabalho, só para citar alguns.

O curso será direcionado a mais de cem funcionários públicos, entre enfermeiros, psicólogos, médicos, bem como a servidores da educação especial, trabalhadores do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas) e do Conselho Tutelar, da Patrulha Maria da Penha da Guarda Civil Municipal (GCM), e de outros órgãos.

Segundo os organizadores da jornada que será abrigada na Piaget, a importância da preparação dos agentes de Saúde do município é fundamental, uma vez que dados da Prefeitura de Suzano  apontam que as violências doméstica e sexual estão entre as maiores causas de entrada de pacientes nos postos de saúde de Suzano.

Para o secretário municipal de Saúde, o médico Luis Cláudio Rocha Guillaumon, o cuidado às vítimas de violência doméstica e/ou sexual é uma obrigação de qualquer cidade do Brasil:

“Você tem a origem da violência em fatores sociais, econômicos e culturais, onde são subjugadas crianças, mulheres e idosos. Preparar nossos servidores para acolherem, identificarem e administrarem de maneira adequada os primeiros cuidados é essencial, a fim de termos um acolhimento melhor e mais funcional no aspecto biopsicossocial do paciente”, observa o gestor.

ARTICULISTAS

 

After you have typed in some text, hit ENTER to start searching...