Oi Mogi

 

Arrecadação vai cair R$ 120 mi. Revisão deve garantir cobrança justa de impostos

A maioria dos vereadores mogianos debateu na sessão ordinária de ontem, 8, o estudo encomendado pelo prefeito Marcus Melo (PSDB) com o objetivo de rever a planta genérica de valores. O debate durante a sessão ocorreu principalmente pela divulgação de informações sobre um possível reajuste do IPTU. Os parlamentares destacaram que a arrecadação municipal deste ano deverá cair cerca de R$ 120 milhões neste ano por causa da crise econômica no País, ressaltaram que a cidade e o governo precisam encontrar alternativas para manter em 2018 a prestação dos serviços públicos pela prefeitura e argumentaram que o estudo contratado pelo prefeito da cidade tem a pretensão de rever a planta genérica de valores e não simplesmente reajustar o IPTU. Os vereadores Antonio Lino (PSD), Mauro Araujo (PMDB), Protássio Nogueira (PSD), Pedro Komura (PSDB), Iduigues Martins (PT), Caio Cunha (PV), Cuco Pereira (PSDB) e o presidente, o pastor Carlos Evaristo (PSD) debateram o tema e pediram muita seriedade na divulgação de informações superficiais que poderão afetar a população já bastante preocupada com a falta de empregos e outros problemas produzidos pela crise e recessão econômica. De acordo com o vereador Lino a revisão de planta de valores pode impedir eventuais injustiças que o reajuste puro e simples do IPTU pode provocar a partir de janeiro de 2018. Ele ressaltou que desde sempre quem mora em condomínios residenciais de médio e alto padrão, como Aruã, paga praticamente o mesmo imposto pago por famílias que residem em bairros da periferia e que essa distorção precisa ser corrigida e em sendo corrigida a arrecadação da prefeitura poderá crescer sem que a população mais afetada pela crise econômica pague o ‘pato’ pela necessidade de o governo aumentar a arrecadação. O presidente Carlos Evaristo assegurou que qualquer alteração na planta genérica e nos valores do IPTU ou de outros tributos depende de aprovação da Câmara e que o Legislativo debaterá intensamente o projeto – caso o prefeito envie tal proposta aos vereadores.

ARTICULISTAS

 

After you have typed in some text, hit ENTER to start searching...